vitalves.com

Textos e contextos!
Versão Feminina

Sugar - Isabel Machado

Sugar Me dá meu beijo
me suga feito redemoinho
para o centro da luz
que me espera.

Sem pressa
e guloso ao mesmo tempo
sem tempo de esperar
como quem vai morrer amanhã.

Deixa encravado na pele
o cheiro da manhã
a nos envolver
a enternecer tanta vida
que suspira
que reflete
em cada ato
em cada tato
em cada canto
do meu quarto.

(Isabel Machado)

Mais lidos