vitalves.com

Textos e contextos!
Versão Feminina

Tédio - J.G. de Araújo Jorge

Tédio Vontade preguiçosa de apanhar meus nervos
e fechar os meus olhos, como que cansado de olhar ...
e dormir, mas dormir esse sono das pedras
que não podem sonhar ...
Ser folha, folha morta, amarela, caindo embalada pelo ar ...
barco solto, sem leme, sem vela, sem nada
ao sabor inconstante do mar a boiar ...
Vontade preguiçosa de encostar a vida num canto,
para descansar ...
E soltar-me em mim mesmo, e soltar-me,
e cair e deixar-me ficar,
sem ter vontade ao menos para bocejar ...
Ah! ...
Vontade preguiçosa de não terminar
estes versos morrendo em ar ...
em ar...     em ar ...

(J.G. de Araújo Jorge)

Mais lidos