vitalves.com

Textos e contextos!
Versão Feminina

À morte - Vivaldo Bernardes de Almeida

A morte Vens chegando, à sacapa, sorrateira,
mandando-me alertas convincentes,
no preparo da hora derradeira,
com avisos mui graves e frequentes.

Não te temo, pois vens me prevenindo,
mas suplico: dês mais tempo à poesia,
que só ela me traz ardor infindo,
e só nela eu me quedo em fantasia.

Mas, se pedir-te mais, e mais, eu posso,
atende um meu pedido qu’eu endosso,
e atrasa teu afã por mais um dia.

E pronto eu estarei, dia que quiseres,
e despedir-me-ei de mil mulheres,
em ritual de infrene boemia.

(Vivaldo Bernardes de Almeida)

Mais lidos